O que é culturismo?

A hipertrofia é uma das metas mais comuns nas salas dos ginásios: trata-se do aumento do diâmetro das fibras musculares com o objetivo de fazer com que os músculos pareçam maiores e mais destacados. No entanto, algumas pessoas decidem levar esta meta para o nível seguinte através de treinos extremamente hipertróficos e dietas especializadas que lhes permitem converter-se em culturistas. Um processo que requer muuuitíssima motivação, muuuitíssima dedicação, muuuitíssimo sacrifício e, sim, também uma boa planificação financeira para manter uma alimentação hipercalórica, aceder a suplementos e assistir a competições. Sentes o culturismo a chamar por ti? Conheçamos melhor este universo

Culturismo: o que é

23 Fevereiro 2023

Origens do culturismo

Os primeiros exemplos de culturismo encontram-se na cultura grega, e especialmente na sua mitologia e na sua arte escultórica, em que heróis como Aquiles, Hércules ou Laaconte costumavam ser representados como seres megamusculados, anatomicamente harmoniosos e graciosos ao mesmo tempo. Vários séculos mais tarde, no dia 14 de setembro de 1901, o atleta prussiano Eugen Sandow organizou no Royal Albert Hall de Londres o primeiro concurso de culturismo da história: The Great Competition. Mas a influência de Sandow não termina aí. Foi também o responsável por os culturistas realizarem diversas poses durante os concursos para realçar a musculatura. As suas contribuições foram cruciais para o culturismo que conhecemos hoje. 

No entanto, a verdadeira idade de ouro desta disciplina chegaria entre os anos quarenta e setenta do século passado. O aparecimento dos primeiros aparelhos de ginásio modernos, unido a uma maior divulgação mediática, fizeram com que o culturismo se popularizasse e atraísse um número de pessoas muito maior. Primeiro homens, entre os quais se destacaram nomes como Vince Gironda, Steve Reeves, Frank Zane, Walter Bernal ou o arquiconhecido Arnold Schwarzenegger. Mais tarde mulheres, como Rebekka Armstrong, Mariana Komlos, Rasa von Werder, Rachel McLish ou Lisa Marie. Ora bem: como é que os culturistas conseguem aumentar de semelhante forma o diâmetro das suas fibras musculares?

speech marks left

A hipertrofia é produzida por tensão mecânica, stress metabólico e dano muscular.

speech marks right

Por trás da hipertrofia

O aumento da massa muscular é produzido, segundo os especialistas, por três acontecimentos fisiológicos diferentes. Por um lado, e este é o mais efetivo de todos, a tensão mecânica, a tensão suportada pelas fibras musculares quando se contraem para mover qualquer carga. É o motivo pelo qual os culturistas levantam pesos tão impressionantes. Por outro lado, o stress metabólico, que afeta os músculos quando estes realizam a glicólise anaeróbica para gerar energia para mover as cargas. E, por último, apesar de não contar com unanimidade na comunidade fitness, o dano muscular, que estes tecidos sofrem durante os treinos de força. Estes são os pilares do culturismo.

Plano de formação para culturistas

Os treinos de culturismo são muito exigentes e estão fundamentados no aumento paulatino do volume total de trabalho, que pode ser obtido mediante o aumento da intensidade, da frequência, da carga ou das repetições. Adicionalmente, os culturistas perseguem alternativamente os diferentes pilares fisiológicos da hipertrofia para que a mudança e a novidade motivem o crescimento muscular. Em qualquer caso, obter um corpo de culturista requer igualmente uma alimentação muito estrita acompanhada por um profissional, uma higiene do sono excelente, hábitos saudáveis e o consumo de suplementos naturais como a creatina. Ah, e uma genética adequada. Continua a parecer-te uma ideia interessante?

Os dois apoios que necessitas para conseguires

Todas as disciplinas físicas de alto nível requerem um compromisso enorme. E o culturismo não é uma exceção. Por isso, é essencial ficar em boas mãos: treinadores profissionais que saibam orientar-te para atingires os teus objetivos da forma mais eficaz possível. Isso sim: cuidando da tua saúde. A ingestão de esteroides anabolizantes, tão comum no culturismo não natural, "produz graves consequências a nível cardiovascular", conforme explica o doutor Norberto Debagg. Não tenhas dúvidas: a procura do aumento da massa muscular tem de ser sempre enquadrada num estilo de vida saudável promova a boa saúde e melhore a tua vida, não que a prejudique. Nesse sentido, o culturismo natural é o melhor plano de formação possível.

As origens do culturismo

Já tens especialistas à tua disposição. Sabes do que é que também necessitas para avançar? Exato: financiamento. Para pagar a tarifa do treinador e do nutricionista, para adquirir equipamento desportivo, para te deslocares até às cidades onde as competições ocorrem e para te cuidares no dia-a-dia como o culturismo requer. Por sorte para ti, o WiZink dispõe de vários empréstimos pessoais . Tu pões o entusiasmo. Nós, ajudamos-te a realizar!

 

WiZink.

Um banco. Infinitas possibilidades