Tudo o que precisas para praticar surf

Existem dois tipos de pessoas no mundo: as que esperam algo da vida, com os pés bem assentes na terra, e as que esperam a próxima onda, dentro do mar. Estas últimas sabem exatamente o que querem: adrenalina, desafio e movimento. Sentirem-se vivas. És uma delas? Adoras novas aventuras e colocar-te à prova? Então fica a saber que o surf é uma opção acessível e maravilhosa. E vamos explicar-te tudo o que precisas saber para o praticar.

Tudo o que precisas de saber para praticar surf

21 Julho 2022

O que precisas para fazer surf?

Para poder praticar surf necessitas de duas coisas. Por um lado, a vontade de aprender. Podes sentir que é um desporto muito complicado e que não está ao teu alcance, mas isso são desculpas. Tenhas a idade que tiveres, o teu cérebro tem a suficiente neuroplasticidade para se adaptar. Não te autolimites. Podes navegar nas ondas, sozinho ou com a ajuda de algum instrutor. Por outro lado, os materiais básicos para surfar. Vamos vê-los todos, um a um, para que os conheças e te possas preparar o melhor possível.

A prancha de surf

Queres fazer um bottom turn em cima de uma onda? Ou ficas conformado com um take off? Seja qual for a tua escolha, a prancha é o teu martelo de Thor: sem ela não és ninguém no mar. Pelo menos quando se trata de surf. E deixa-nos dizer-te algo muuuuuito importante: escolher adequadamente a que será a tua prancha, entre todos os tipos de pranchas presentes no mercado, é muito importante. Regra geral, e se vais começar neste desporto, o aconselhável é comprar uma prancha larga, grande e grossa, que não se afunde facilmente. Depois terás tempo de melhorar neste desporto e, quando estiveres mais à vontade, poderás transitar para uma prancha mais leve.

O fato de mergulho

Um dos principais erros que cometem os principiantes do surf é comprar uma prancha e mergulhar na água sem fato de mergulho. Pelas mentes destes principiantes passam frases como “eu não tenho frio na água” ou “sinto-me desconfortável com o fato”. Erro. Erro muito grave. Grava isto na tua memória: para passares horas a perseguir ondas e a tentar “dançar” nelas, necessitas proteger-te. Não é uma opinião. É uma realidade científica que defenderá a tua saúde. E tem em atenção que existem fatos de surf para o verão e fatos de surf para o inverno. Escolhe bem. Cuida de ti.

O leash

Este material é essencial para praticares surf. É uma corda que mantém unidos o teu corpo e a tua prancha. O leash tem um papel muito importante por dois motivos. Primeiro, não perderás a prancha durante uma queda ou depois de um golpe de uma onda. E no mar, não andar a nadar de um lado para o outro, é uma bênção para poupar energias. Segundo, evita que a prancha choque com outros surfistas ou banhistas acidentalmente. Proteção para todos.

O wax

O último dos quatro materiais imprescindíveis para surfar. O wax é uma substância de natureza cerosa que se coloca sobre a parte superior da prancha de surf em cada sessão. O seu objetivo é fazer com que prancha se mostre menos escorregadia e seja mais fácil manteres-te em pé sobre ela.

Outros acessórios

No surf existem outros materiais que podem ser necessários para determinadas circunstâncias. As quilhas, por exemplo, são aconselháveis por conferir maior estabilidade na prancha. Luvas, botins e meias são obrigatórios se te apaixonas pelo surf e continuas a praticá-lo no inverno, quando a temperatura da água é uma loucura. Ah, e não te esqueças do protetor solar!

Onde começar a praticar surf?

A menos que queiras profissionalizar-te algum dia e levar o surf muito a sério, o normal é que a tua mente não esteja apenas a pensar no nível das ondas, mas também no ambiente, na boa disposição e em todas as outras coisas que completam a experiência de praticar surf. Neste sentido, aqui em Portugal tens uns quantos locais perfeitos para começar, como Peniche, praias da Costa Vicentina ou Sagres, já mais a sul. Aqui ao lado, em Espanha, também existem sítios incríveis, como Somo (Cantabria) ou El Palmar (Cádiz). Mas não tens que ir a estes locais para começares a praticar. De certeza que na praia onde passas os teus verões há uma boa escola.

Como aprender?

O surf é imponente. Há um certo risco quando estás dentro do mar. Daí a importância de não baseares a tua aprendizagem em quatro vídeos do Youtube ou um par de recomendações da Internet. A nossa recomendação é que te dirijas a uma escola de surf com boas avaliações / recomendações e te inscrevas num curso para principiantes. Desta forma aprenderás de verdade: vais estabelecer as bases para que depois possas desenvolver a tua habilidade de maneira autónoma. Os primeiros passos são determinantes. Mas claro, isto será uma despesa extra.

O surf é muito caro?

Alguns desportos são extremamente baratos. Correr, por exemplo. Ou jogar futebol. Outros tiram umas quantas centenas de euros da tua carteira por causa do material e das instalações. Por exemplo, o snowboard. O surf estaria a meio caminho. Compra de materiais? Inscrição no curso de aprendizagem? Gastos de viagem para os locais? Correto. Pagar pelas instalações? Negativo. Por sorte, o oceano é de todos. A não ser que Poseidon comece a pedir dinheiro para a entrada na costa, podes desfrutar grátis.

O WiZink pode dar-te uma ajuda

Não, ainda não temos o poder necessário para fazer-te dançar sobre as ondas, sem teres que investir numa prancha, leash, wax, fato e num curso de surf. No entanto, podemos ajudar-te a financiar todos estes gastos para aproveitares ao máximo este desporto: os nossos cartões de crédito apresentam formas de utilização versáteis e flexibilidade de pagamentos. E se queres fazer uma viagem em grande, com a tua família, a esses sítios incríveis onde se pratica surf, lembra-te que tens à tua disposição as soluções de Crédito Pessoal WiZink para financiar os teus planos.

 

Agarra a tua onda, agora, e desfruta ao máximo!

Um banco. Infinitas possibilidades.