Como é que nos podemos preparar para as despesas imprevistas?

Tens estado a viver na Terra, neste nosso mundo? Na mesma sociedade que o resto das pessoas? Então, sabes com certeza o que são as despesas imprevistas. E provavelmente na primeira pessoa. Afinal de contas, são muitos os acontecimentos que podem acontecer de forma imprevisível na nossa vida e que implicam um desembolso económico inesperado. O problema é que estas despesas, tal como o seu próprio nome indica, não podem ser antecipadas com precisão, de forma que não podes preparar-te de forma específica para cada uma delas. O que podes fazer, porém, é adotar estratégias gerais que te permitam enfrentá-las, independentemente de quando surjam e da sua natureza.

Como se preparar para despesas imprevistas

21 Abril 2023

Principais despesas imprevistas

Existem elementos bastante comuns na vida de todas as pessoas. E é precisamente essa a razão por que as principais despesas imprevistas que terás de enfrentar ao longo da tua vida coincidirão em boa medida com as dos restantes. Algumas das mais habituais? Reparações do carro, reparação ou substituição de grandes eletrodomésticos como o frigorífico ou a máquina de lavar roupa, reparações do sistema de saneamento de águas residuais por causa de fugas ou obstruções, as reparações do aquecimento ou ar condicionado, as emergências de saúde, as emergências veterinárias e os eventos sociais, como casamentos e batizados.

Estratégias para as enfrentar

O ser humano poderia sair, num dado momento, do sistema solar. Todos os países do mundo poderiam alcançar uma paz real. E as inteligências artificiais poderiam tornar-se altamente empáticas. São possibilidades. Mais ou menos prováveis, são tão só, possibilidades. Mas que terás de lidar com despesas imprevistas, em algum momento da tua vida, isso é praticamente uma certeza. E não ter uma preparação mínima para as enfrentar representa um sério problema. Afinal de contas, são despesas que tens de fazer necessariamente. Não podes escapar delas, o que significa que as tuas finanças pagarão as consequências e necessitarás de tempo e esforço para te recuperares. O WiZink está aqui para te ajudar a enfrentar este cenário, duma forma mais eficaz.

Despesas imprevistas: como dar a volta à situação

Identifica-as corretamente

Umas linhas mais acima mencionámos algumas das despesas imprevistas mais habituais. E a realidade é que muitas delas também sobrevoam as tuas finanças: tens um frigorífico, tens uma máquina de lavar roupa, tens um sistema de águas residuais, tens dentes que podem ter problemas... Mas outras são opcionais. Talvez tenhas aerotérmica em casa. Talvez não. Talvez tenhas cão. Talvez não. Talvez tenhas amigos que se casam. E talvez não. Assim, observa o mundo que te rodeia, contempla com detalhe e encontra as coisas que poderão requerer uma despesa adicional, em determinadas circunstâncias. Desta forma, poderás ter uma ideia aproximada dos focos de risco presentes na tua vida.

speech marks left

Observa o mundo que te rodeia, contempla com detalhe e encontra as coisas que poderão requerer uma despesa adicional, em determinadas circunstâncias.

speech marks right

Revê as coberturas dos teus seguros

Contratar um seguro resulta verdadeiramente inteligente em muitas ocasiões. No entanto, é muito habitual que as pessoas não leiam atentamente todas as condições do contrato. Resultado? Frequentemente, desconhecem que reparações se encontram cobertas nos seus seguros do lar, nos seus seguros do carro ou nos seus seguros de saúde. Procura que não te aconteça isto. Dedica-lhes algum tempo. Vê se alguns dos potenciais gastos imprevistos, que descobriste na fase de identificação, podem ser eliminados da lista porque estão cobertas por um seguro. Tudo isto te ajudará para a seguinte fase fundamental: a criação de um fundo.

Cria um fundo de emergência

Agora, assim que tiveres eliminado da lista as reparações ou as atenções médicas cobertas pelos teus seguros contratados, tens uma lista mais ou menos definitiva das tuas possíveis despesas imprevistas. E é óbvio que não tens forma de saber se se produzirá só uma, três ou a lista completa num desses “anos horríveis”. Mas não é habitual que se acumulem de repente. Isto dá-te uma certa margem para ir formando um “colchão” de emergência, pouco a pouco. Mais concretamente, os especialistas recomendam dedicar a este fundo entre 5% e 10% do total do salário. E, salvo que seja imprescindível, não tocar nesse dinheiro, mesmo que não se produzam despesas imprevistas durante muito tempo. Porque acabarão por chegar.

Se necessitares de financiamento, pensa no WiZink

Imaginemos diferentes situações. Na primeira, nunca desenvolveste estratégias para enfrentar as despesas imprevistas e agora não tens liquidez para as enfrentar. Na segunda, começaste a poupar para o fundo de emergência, mas as despesas apareceram antes de teres conseguido atingir uma quantia satisfatória e suficiente para cobrir os gastos imprevistos. Na terceira, o fundo de emergência criado durante muito tempo resulta insuficiente porque as despesas imprevistas se acumularam de uma forma diferente do que tinhas estimado. Em todos estes casos, os Cartões de Crédito e o Crédito Pessoal WiZink podem ser soluções que te permitem fazer face às despesas inesperadas, obtendo um pouco mais de tempo para as pagar, de acordo com as opções de pagamento ou prazos pelos quais optes, respetivamente, e que devem estar ajustados ao teu orçamento mensal.