O guia da Black Friday que precisas para este Outono

Já estamos no Outono. O Verão parece estar já longe e é hora de olhar em frente. Muito em frente: para o Natal. E sim, imaginamos o que deves estar a pensar: falta muito tempo para as reuniões familiares e os presentes embrulhados.
Mas uma das chaves da saúde financeira é, como temos vindo a referir em vários artigos do nosso GPS Financeiro, o planeamento. E planificar a tua Black Friday e Cyber Monday  pode dar-te um Natal bastante melhor, sem prejudicar as tuas finanças. Vamos contar-te tudo o que sabemos neste artigo.

O guia da black Friday que precisas

7 Outubro 2022

A origem da Black Friday

Filadélfia. 24 de novembro de 1950. Tinha passado apenas um dia desde o tradicional feriado de Ação de Graças e as pessoas vão para as ruas fazer as suas compras de Natal com tempo. Até aqui, tudo normal. 
No entanto, nesse mesmo dia, a cidade acolhe um jogo histórico de futebol americano entre o exército e a marinha. Ninguém o quer perder. Vêm pessoas de todo o país que também querem aproveitar essa maravilhosa sexta-feira para fazer compras antecipadamente. Nem os polícias nem os comerciantes conseguem descansar, e têm de fazer longas horas de trabalho, a fim de conseguir gerir toda a multidão e consequente tráfego. Chamam-lhe, então, de sexta-feira negra.

 

Durante os anos seguintes, as empresas de Filadélfia aproveitam a atração comercial desse momento que não se esquece, para tentar vender mais. Os descontos transformam-se numa regra na quarta sexta-feira do mês de novembro. Sempre nessa data. No ano de 1975, o conceito dá o salto para o panorama nacional, graças a um artigo do prestigiado jornal The New York Times. Como consequência, muitas outras cidades começam a adotar esta tradição. A partir de 2005, tornou-se o dia de compras mais movimentado do ano. Nessa altura, já não era um fenómeno exclusivo dos EUA. Já era um dia internacional.
 

Black Friday: poupar enquanto compras

A essência da Black Friday continua a ser a mesma, várias décadas depois. Especificamente, a cada quarta sexta-feira do mês de novembro, apenas um dia depois da Ação de Graças, inúmeros retalhistas e multinacionais baixam os preços dos seus produtos para motivar-te a adquirir o que precisas ou o que desejas. Isto, claro, também acontece em Portugal. Em 2021, segundo o Hipay, os portugueses gastaram 5.244.843 euros, em comparação aos 4.058.532 euros em 2020 equivale a um crescimento de 23%. Onde gastaram tanto dinheiro? Pois, em muitas coisas. A Black Friday não é um dia de vendas de uma indústria específica. Há promoções em tuuuudo.

Conselhos para aproveitar a Black Friday

Utiliza comparadores de preços

Tens de estar atento a uma coisa muito importante: às falsas promoções. A maioria das empresas são honestas mas, para que possas comprar com consciência neste dia, é essencial saberes qual o preço habitual do produto e pesquisar nos comparadores disponíveis online. Estas ferramentas vão mostrar-te a oscilação do preço de determinado produto ao longo do tempo. Sugerimos o Kuanto Kusta e o comparador da Deco Proteste. Desta forma, não cairás em nenhuma armadilha.

Consulta as condições de compra

A Black Friday é, de certa forma, uma corrida. Muitas marcas oferecem descontos realmente bons que os consumidores têm, em certas ocasiões, muito pouco tempo para aproveitar. Muitos dos produtos esgotam rapidamente. O problema é que às vezes, com a pressa, podes ignorar algumas coisas, tais como as condições de compra, custos de envio, prazos de entrega ou políticas de devolução. É por isso importante teres já uma ideia aproximada do que queres comprar e consultar as condições de compra com alguma antecedência, antes de tomares uma decisão.

Atenta às redes sociais

A melhor maneira de descobrir as ofertas da Black Friday é nos sites das lojas, uma vez que a grande maioria dispõe de secções criadas especificamente para isso. Mas isso dá algum trabalho. Especialmente se quiseres verificar muitas marcas. Solução? Segue-as a todas nos seus perfis principais nas redes sociais, mesmo que seja só para esse dia. Em primeiro lugar, porque as marcas costumam publicar as ofertas. Em segundo, porque às vezes lançam promoções exclusivas para quem partilha as suas publicações ou fazem like num determinado período de tempo.

WiZink, um aliado

As promoções da Black Friday são perfeitas para cobrir necessidades específicas, para desfrutares de um capricho a um preço mais barato ou para comprares presentes de Natal para a tua família e amigos, poupando algum dinheiro. E os cartões de crédito WiZink podem ser uma boa opção na hora de pagar as tuas compras da Black Friday. Afinal, para além do limite de crédito a que tens acesso, permitem-te flexibilidade de pagamentos que podes ajustar ao teu orçamento disponível.  

Vê ainda outros artigos que te podem ajudar a comprar com vantagem e em segurança:

https://www.wizink.pt/public/blog/dc/compras-online

https://www.wizink.pt/public/blog/wizinker/autenticacao-forte-compras-online

Tira partido da Black Friday com o WiZink. Um banco, infinitas possibilidades